Arquivo mensal: setembro 2008

Prepare o lenço: The Curious Case of Benjamin Button

Engraçado esperar lágrimas de um filme dirigido por David Fincher. Responsável pelos suspenses “Se7en – Os Sete Pecados Capitais”, “Vidas em Jogo” (thriller subestimado com Michael Douglas e Sean Penn), “Quarto do Pânico”, o clássico moderno “Clube da Luta” (esse foge um pouco do suspense) e o excelente “Zodíaco”, Fincher se reúne pela terceira vez com Brad Pitt para contar a emocionante (e bizarra) história de Benjamin Button.

Com roteiro de Eric Roth (“Munich” e “O Informante”), a história mostra uma criança que nasce aos 80 anos e, com o passar do tempo, rejuvenesce, passando desde a Primeira Guerra Mundial até o século atual. Além de Pitt, a fita conta com Cate Blanchett (“Eu Não Estou Lá”), fazendo o par romântico de Button, e Tilda Swinton, recém ganhadora do Oscar de atriz coadjuvante por “Conduta de Risco”.

A Paramount já havia lançado um trailer que saiu junto à copia de “Batman – O Cavaleiro das Trevas” e na última sexta lançou um novo, com mais detalhes da história. Os dois trailers você pode encontrar no site da Apple, clicando aqui.

É uma pena que o público maior sempre ignora os sempre ótimos longas de David Fincher, um dos mais talentosos diretores da atualidade. Espero que dessa vez seja diferente. Sem data para estrear no Brasil, o filme chega aos cinemas americanos no próximo dia 25 de dezembro. Belo presente de Natal.

Parte II (Existe Vida pós-Batman)

Coens Film

Burn After Reading - Irmãos Coen

Com “Ensaio Sobre a Cegueira” (“Blindness”) de Fernando Meirelles chegando aos cinemas nacionais no próximo fim de semana, é hora de dizer o que mais está vindo por aí.

Antes, porém, é bom eu me lembrar do meu erro de esquecer o premiado “Linha de Passe”, de Walter Salles que estreou no fim de semana passado e não pode passar desapercebido. O diretor de “Central do Brasil” volta a impressionar com a comovente história de uma dona de casa brasileira mãe de quatro filhos(esperando um quinto, novamente desconhecendo o pai), enfrentando as dificuldades de como criar um filho numa cidade imensa como São Paulo. O longa recebeu, além de vários elogios da crítica estrangeira e nacional, o prêmio de melhor Atriz em Cannes.

Um dos maiores destaques das próximas atrações é “As Duas Faces da Lei”, filme que reúne Al Pacino e Robert De Niro. Os dois, considerados por muitos os melhores atores de suas gerações, não dividiam a mesma tela desde o excelente policial “Fogo Contra Fogo” (filme que influenciou “The Dark Knight” de Christopher Nolan). Eles são David Fisk e Thomas Cowan, dois detetives que investigam o assassinato de um cafetão que pode estar relacionado com antigo caso da dupla. A fita chega aos cinemas dia 19 de setembro.

Outro filme que já deveria ter estreado no Brasil há muito tempo e que o Fagner deveria ter lembrado de colocar aqui no Cinema Franco é o novo de Frank Darabont (“À Espera de Um Milagre”). O diretor adapta novamente uma história de Stephen King em “O Nevoeiro” e, outra vez, acerta a mão. É o que dizem os críticos por aí. Um estranho nevoeiro prende os moradores de uma cidade num supermercado. O lance do filme é explorar o indivíduo quando está em determinada situação, o que ele se torna e o que é capaz de fazer sob o sentimento de medo e auto-preservação. Já está em cartaz.

No dia 28 deste mês chega aos cinemas o novo filme dos irmãos Coen. Os responsáveis por “Onde Os Fracos Não têm Vez”, com o elenco sempre afiado (Brad Pitt, George Clooney, Tilda Swinton, John Malkovich entre outros) mostra a história de um arquivo que consta a morte de um dos agentes da CIA que cai em mãos inescrupulosas dispostas a vender a perigosa história. Ah, esqueci o nome do longa. “Burn After Reading”.

Vou trabalhar um pouco. Já volto 😉

Abraços,

Fagner Aleluia