Arquivo da categoria: Em Cartaz

Próximos (principais) lançamentos (segundo meus interesses)

“Homem de Ferro 3” estreia hoje nos Estados Unidos e inaugura a temporada mais rentável do cinema mundial; o verão americano. O Brasil e outros países, como parte da (ótima) estratégia da Marvel, puderam ver o Tony Stark enfrentar o Mandarim já na semana passada.

Apesar de a estação mais quente no hemisfério norte começar apenas em junho, é comum os arrasa-quarteirões aparecerem a partir do final de abril (todos os três filmes do Homem de Ferro foram lançados neste mês, por exemplo) ou início de maio. Esta época do ano é a preferida dos estúdios para lançarem seus Blockbusters. Portanto, se você acha que este tipo de filme não tem seu valor, passe longe do cinema. Ou preste atenção aos cartazes, pois pode encontrar um ou outro menos badalado. Eu, que vejo a sétima arte também como entretenimento, separo uma verba (#pobre), procuro cinemas onde o Bradesco dá desconto (#pobre), pego minha batata no McDonald’s para viagem (#pobre) e me preparo para uma boa sessão (se tiver sorte – como tive no ótimo filme citado no início).

Começando pelas estreias de maio e junho, vou apontar aqui os principais longas deste período. Claro, segundo meus interesses. Ah, levarei em conta as datas de lançamento nos cinemas nacionais, pois… estou no Brasil! Não contarei muito do filme, porque o trailer já diz o bastante e, principalmente, por não ter assistido, então, qualquer sinopse seria apenas a releitura/cópia de outro site a respeito do filme, IMDB ou algo do tipo.

Vamos lá…

Em Transe (dia de lançamento: 3 de maio)

Este blog não tem regra (a não ser a ausência desta), portanto, começo com uma produção lançada nos EUA fora do período descrito acima, mas que chega hoje no Brasil. “Em Transe”, filme que une Danny Boyle, diretor de “127 horas”, e James McAvoy (o professor Xavier em “X-Men – Primeira Classe”). Sempre achei que esses dois fariam uma boa dupla. Espero que esteja certo. O filme não é necessariamente uma grande produção, mas passa longe de ser um filme pequeno. Basta ver os efeitos especiais no trailer abaixo, o envolvimento da dupla McAvoy e Boyle, além do francês Vincent Cassel e a linda Rosario Dawson.

Terapia de Risco (17 de maio)

“Terapia de Risco” é dirigido por Steven Soderbergh, de “Contágio”, e conta com Jude Law (do próprio “Contágio”), Rooney Mara (“A Rede Social”), Channing Tatum (“Anjos da Lei”) e Catherine Zeta-Jones no elenco. As produções de Soderbergh (“Traffic”, “Onze Homens e Um Segredo”) quase sempre me interessam.

 

Se beber, não case! – Parte 3 (30 de maio)

A comédia dispensa apresentações. Depois de um excelente primeiro filme e uma cópia barata na segunda película, os quatro amigos interpretados por Bradley Cooper, Zack Galifianakis, Ed Helms e – com menor tempo em cena – Justin Bartha. Desta vez, o filme ainda trará os maravilhosos John Goodman e Melissa McCarthy, o retorno de Heather Graham do filme original, além de Mr. Chow (Ken Jeong), aparentemente ainda mais essencial à trama, como pode ver no trailer abaixo. A direção é ainda de Todd Philips.

Depois da Terra (7 de junho)

Depois de dois fracassos (“Fim dos Tempos” e “O Último Mestre do Ar”), o indiano M. Night Shyamalan tem a ajuda (nem tão significante assim, nos últimos anos) de Will Smith e seu filho, nesta ficção científica sobre a luta pela sobrevivência de pai e filho numa terra repleta de alienígenas. Torcendo para que tanto diretor quanto astro acertem a mão.

O Grande Gatsby (7 de junho)

Leonardo DiCaprio, que andou espalhando por aí que vai dar um tempo no cinema (tomara que seja mentira), interpreta o personagem título, baseado em obra homônima de F. Scott Fitzgerald. Dirigido por Baz Luhrmann (“Moulin Rouge”). No elenco, Tobey Maguire (eterno Homem-Aranha), Carey Mulligan (“Drive”) e a linda Isla Fisher (“Os Penetras Bons de Bico” e mulher de Sacha Baron Cohen).

The Place Beyond the Pines (7 de junho)

Estrelado por Bradley Cooper, indicado ao Oscar por “O Lado Bom da Vida”, Ryan Gosling, de “Drive” (mulheres, se acalmem!), e Eva Mendes (concordo, rapazes!), o filme mostra a vida de um motoqueiro (Gosling) que recorre aos assaltos para sustentar mulher (Eva) e filho. Cooper é o policial responsável pela captura do assaltante.

Além da escuridão – Star Trek (14 de junho)

J.J Abrams volta a direção de uma das séries de ficção científica mais conhecidas do cinema, depois de um primeiro promissor filme, elogiado por crítica e público. O elenco inteiro está de volta; Chris Pine, Zachary Quinto, Zoe Saldana e Simon Pegg, como alívio cômico de sempre. Agora o vilão será interpretado pelo excelente Benedict Cumberbatch (“O Espião que Sabia Demais”).

Segredos de sangue (14 de junho)

Não imagina por que eu coloquei este filme na lista? O nome Park Chan-wook te diz algo? Senão, corre até a locadora e alugue “Oldboy” (parte de uma trilogia sobre vingança), uma das melhores que o cinema produziu nos últimos anos. Ah, veja sem os pais por perto. Sem os filhos também. Mia Wasikowska (A Alice de Tim Burton), Nicole Kidman e Matthew Goode (“Watchmen”) estão no elenco do primeiro filme do sul-coreano em língua inglesa.

Guerra Mundial Z (28 de junho)

Brad Pitt estreia seu primeiro filme sobre zumbis. Ao que parece, a produção trará os mortos-vivos em grande escala, de uma maneira nunca vista antes (vai entender depois de assistir ao trailer). Marc Foster (“Em Busca da Terra do Nunca”) dirige a fita. Pitt, que também produz o longa, é um representante da ONU, autor de um relato sobre a guerra contra os zumbis. Apesar de ter havido troca de roteiristas e inúmeras refilmagens, está entre os mais aguardados, principalmente pelo tema que sempre me interessa.

Além destes, há longas que podem interessar. Desde Woody Allen a comédias românticas, filmes nacionais (que vira e mexe, apresenta coisa boa) e de outros países. Em resumo, fique de olho.

Em algumas semanas, posto os principais lançamentos de julho e agosto, quando virão as superproduções de Superman e o novo Wolverine, entre outros.

Anúncios

Os Grandes Lançamentos do Verão Americano – Parte II

Depois de errar em algumas datas aqui, que havia buscado no IMDB, retomo os grandes lançamentos das férias escolares do  meio do ano, marcado geralmente por Blockbusters que miram a gurizada que não terá nada para fazer.

Meia-Noite em Paris (17 de junho)

Apesar de passar longe de ser um arrasa-quarteirões, o representante cult da temporada é “Meia Noite em Paris”, escrito e dirigido por Woody Allen. Como é quase uma regra na carreira do diretor, o foco do roteiro é o relacionamento. Gil (Owen Wilson), um roteirista de Hollywood e a esposa Inez (a belíssima Rachel McAdams) resolvem passar suas férias em Paris e aprenderão que nem sempre uma vida diferente é melhor do que a que vivemos.

Novamente, reunindo um ótimo elenco, o filme dispensaria apresentação da sinopse para atrair o grande público. Além de Wilson e Rachel, Tom Hiddleston (o irmão de “Thor”), Marion Cotillard (“A Origem”), Adrien Brody (“Vigaristas”) e Carla Bruni-Sarkozy.

Trailer (sem legenda): http://www.youtube.com/watch?v=twnHx6bsT3Q

Carros 2 (24 de junho)

Ao saber da sequência da ótima animação (um pleonasmo em se tratando de Pixar) de 2006 fiquei pensando se não seria o primeiro tropeço do estúdio, hoje da Disney, responsável pelas melhores animações das últimas duas décadas. Com a chegada do primeiro trailer e de algumas imagens, curiosamente, a desconfiança se manteve. Espero estar – e tenho quase certeza que estarei – errado.

McQueen e Mater participam, desta vez, de uma competição ao redor do mundo, cheio de espionagem e armadilhas. Sim, a sinopse também me assusta um pouco.

Owen Wilson volta na voz McQueen e há as participações de Sophia Loren e Michael Caine. John Lasseter, diretor-geral de criação da Disney, e Brad Lewis estão na direção.

Trailer no Youtube: http://www.youtube.com/watch?v=idQjr_xONE4

Mr. Popper’s Penguins (1 de julho)

Tenho um segredo para contar: eu amo o Jim Carrey. Então, qualquer filme estrelado por ele eu julgo como obrigatório – para mim. Este conta a história de um homem de negócios que recebe de herança seis pinguins (!) e é obrigado a transformar seu apartamento num verdadeiro parque de inverno. Obviamente, sua vida pessoal e profissional será abalada.

Carla Gugino (“Watchmen”) é o par romântico de Carrey nesta comédia dirigida por Mark “fiz-nada-de-interessante”Waters (de “E Se Fosse Verdade…”).

Trailer no Youtube: http://www.youtube.com/watch?v=zQpC6CAJB20

Transformers 3 (1 de julho)

Depois de ter feito um dos piores filmes dos últimos anos – fiquei com vergonha alheia em alguns momentos – no segundo capítulo da série, Michael Bay tenta consertar as coisas que começaram bem com um divertido longa.

Uma mudança deve desagradar aos marmanjos: sai Megan Fox, entra Rosie Huntington-Whiteley, também bela e provavelmente desprovida de qualidade como atriz – afinal, Bay se preocupa só com o visual, seja de suas atrizes seja do roteiro da maioria de seus filmes.

Agora, a história acontece em meio a Guerra Fria dos EUA, quando os robôs do bem (Autobots) e do mal (Decepticons) entram numa briga espacial entre americanos e russos.

Shia Labeouf volta como o herói humano da (agora) trilogia. Frances McDormand e John Malkovich estão (perdidos) no elenco.

Rapidinha: Harry Potter faz $58.4M em um dia

HP

Como esperado, o lançamento de “Harry Potter e o Enigma do Príncipe” ultrapassa a bilheteria das fitas anteriores da série. E Mais. Desde seu lançamento, à 00h01 desta quarta-feira, em mais de 4200 salas nos EUA, o longa acumulou $58,4 milhões. Pra se ter uma ideia, “Harry Potter e A Ordem da Fênix” arrecadou, no mesmo período, $44M.

Se contarmos apenas a noite de estreia, o bruxo fez história: arrecadou $22M, ultrapassando o recordista anterior “Batman – O Cavaleiro das Trevas”, que no verão de 2008 fez $18M, e “Transformers – A Vingança dos Derrotados”, concorrente de temporada, que bateu nos $16M. Porém os robôs de Michael Bay superam Potter se comparar com o dia inteiro: $62M somente no dia 24 de junho.

O site da Variety estima que a fita chegará aos $150M até o último dia do final de semana. Alguns (eu, por exemplo) apostam mais. Vale lembrar que este valor não seria um recorde já que Bay e a equipe de Optimus Prime arrecadaram nos cinco dias de estreia o total de $200M.

Obviamente, estes números são apenas nos EUA. Semana que vem, teremos novos números e com certeza, mais um filme da série baseada nos livros de J. K. Rowling baterá outros novos recordes.

Fonte: Variety

Novo Pôster de Bastardos Inglórios, de Quentin Tarantino

Inglourious BastErds
Mais um cartaz do novo filme de Quentin Tarantino. Dois anos após seu último filme, “À Prova de Morte”, o diretor lança sua versão da Segunda Guerra Mundial. Não fugindo do seu estilo violento, o longa mostra uma sangrenta história de um grupo judeu-americano, conhecido como “bastardos”, que é escolhido para espalhar o medo e assassinar todo e qualquer nazista que aparecer em sua frente.

Bem louca essa história. Chega aos cinemas brazucas em Outubro. Brad Pitt, Eli Roth (diretor de “O Albergue”) e a bela Diane Kruger estão no elenco.